Meu FILHO (a) é PERFEITO! Meu FILHO só tem DEFEITOS!

Meu FILHO (a) é PERFEITO!



Sinto lhe dizer, seu filho (a) não é perfeito. E se você insistir em convencê-lo disto estará criando um filho (a) soberbo e formando um atleta limitado. Bons profissionais exploram as virtudes dos atletas e trabalham com dedicação para identificar suas limitações, sejam físicas, técnicas ou psicológicas. Por melhor que seu filho (a) seja, ainda que apresente um rendimento acima da média se comparado aos colegas e adversários, não é inteligente “inflar o seu ego” tentando convencê-lo desse super poder! Elogiar é preciso porque estimula seu filho (a) a crescer como pessoa e atleta, melhora sua autoestima e o incentiva a caminhar seguro de que está no caminho certo. Observar o comportamento do seu filho (a) quando os resultados positivos são alcançados é um bom termômetro de análise. Existe um abismo entre a humildade que finca nossos pés no chão e a soberba que faz nossa mente viajar pelas nuvens do ego. A SOBERBA precede a ruína!


O grande desafio dos Pais é conseguir elogiar seu filho (a) sem super protegê-lo e alimentar nele a ilusão de que ele é um “Superboy”! Pai e Mãe, não se esqueçam, existe muita “Kriptonita” na vida e no esporte, é bom preparar seu filho (a) para esta realidade! Seu filho (a) deve estar preparado e buscar o equilíbrio emocional. Nem o céu na vitória, nem o inferno na derrota! O importante é absorver ambos os golpes! O sucesso pode te fazer acreditar que a estrada chegou no fim e a derrota de que nesta mesma estrada não haja chegada!



MEU FILHOTEM DEFEITOS!



Acreditar e investir sua energia nisto é um grande erro! Falar somente disso para seu filho poderá acovardá-lo, inibi-lo, intimidá-lo, desencorajando-o a seguir em frente! É claro que seu filho possui muitas virtudes! Os Educadores, Técnicos e Treinadores devem identificar através das observações e treinamentos estas virtudes, e suas dificuldades também. É uma prática comum na Iniciação Esportiva identificar estas características e atuar pontualmente em cada uma delas. Nós pais, sonhamos com um SUPER FILHO (A), capaz de atravessar paredes como o Hulk, voar como o Super Homem, soltar raios como o Lanterna Verde e correr como o “The Flash”! Ops! Este é um erro clássico dos pais!


Seu filho (a) é um ser peculiar, único, com muitas virtudes a serem exploradas. Antes de considerar que seu filho (a) tenha somente defeitos, verifique se ele está na “modalidade esportiva” correta? Você considerou e avaliou as “Características” que ele (a) carrega em seu DNA antes de ingressá-lo na atividade? Você ouve seu filho (a)? Conversa com ele sobre suas expectativas? Sobre suas frustrações e vitórias, vividas deste dificultoso universo?


Não... seu filho (a) não tem somente defeitos! Será que seu filho (a) está na modalidade esportiva correta, uma modalidade esportiva que atenda sua expectativa e esteja de acordo com suas características físicas e de aptidão? Essa é a primeira questão a ser considerada por que se ele não gosta do que faz, ou estiver recebendo os “estímulos errados”, isso irá “travar” seu desenvolvimento e comprometer a continuidade da prática!

2 visualizações