FICAR na ZONA de CONFORTO ou SAIR da CAIXA?

FICAR na ZONA de CONFORTO

ou SAIR da CAIXA?



SAIR DA CAIXA é uma expressão muito usada quando alguém “se comporta” além do habitual, além do modo convencional (estacionado em sua zona de conforto) e toma uma atitude capaz de surpreender positivamente a tudo e a todos. Quando usamos esta expressão como forma de aconselhamento, queremos estimular e incentivar o outro a buscar “dentro de si” uma maneira de superar seus limites. Limitações essas que podem ser físicas, técnicas ou psicológicas.


A ZONA DE CONFORTO constitui em um “local seguro dentro da nossa mente”, este é um ambiente que cultivamos e gostamos de frequentar porque é estável e não provoca surpresas. Toda vez que algo novo acontece e este ambiente é ameaçado, temos a necessidade de reagir e colocar “fora de risco” esse bem estar. Contudo, a zona de conforto costuma “atrofiar nossas virtudes”, alimentar nossos medos e pôr uma “coleira enforcadora” em nossa coragem, até enfim amansá-la fazendo-a morrer em um sofá velho numa tarde de domingo!


Quando seu filho (a) permanece “dentro da caixa”, ele acena que está conformado com o estágio que atingiu. Tenho 30 anos dentro do esporte, nunca vi um “Campeão” “dentro de uma caixa”! Nunca assisti uma superação estacionada em uma “zona de conforto”. SAIR DA CAIXA não significa que seu filho (a) vai fazer o que não sabe, porque se não sabe, ele não vai fazer! É justamente o contrário!


SAIR DA CAIXA significa superar seus medos, sua timidez, lutar e conquistar! Chamar a responsabilidade nos momentos mais difíceis e é nessa hora que os “melhores” são testados e descobertos, na adversidade! Enquanto todos se intimidam e se recolhem, o “fora da caixa” se AGIGANTA e diz a que veio! Atravessar essa barreira “interna” faz mudar nossa existência e motiva multidões!



DENTRO OU FORA DA CAIXA?



Como identificar se o atleta “está dentro ou FORA DA CAIXA”? Simples, se ele estiver estacionado na ZONA DE CONFORTO, certamente ainda está DENTRO DA CAIXA!


Alguns fatores mantém um atleta dentro da caixa, um é a sua limitação, afinal ninguém faz o que não sabe e um segundo fator pode ser o medo! O medo faz acovardar o mais brilhante talento!


O Filósofo Hermógenes, no Livro “Mergulho na Paz”, trás a seguinte reflexão:


“Melhor que segurança horizontal dos acomodados é a vertical insegurança dos que evoluem”

Estimule seu filho (a) a ser otimista e a ter coragem, dedicar-se aos treinamentos de corpo e alma, se ele agir assim, assim a zona de conforto não o alcançará e o medo jamais o aprisionará em caixa alguma!